top of page

Como Lidar com a Autocrítica Excessiva ao Escrever um Livro: Dicas para Escritores Iniciantes


Introdução:


Ser um escritor iniciante é enfrentar não apenas a página em branco, mas também uma voz interior crítica que muitas vezes pode ser a mais desafiadora de superar. A autocrítica excessiva pode paralisar a criatividade e o processo de escrita, levando a dúvidas constantes sobre a qualidade do trabalho. Neste guia, vamos explorar estratégias para lidar com a autocrítica, permitindo que os escritores iniciantes liberem seu potencial criativo e avancem em suas obras com confiança.



Entendendo

a Autocrítica:

A autocrítica é parte integrante do processo de escrita. É o olhar crítico que os escritores lançam sobre seu próprio trabalho, buscando a perfeição e a excelência. No entanto, quando essa autocrítica se torna excessiva, pode se transformar em um obstáculo que dificulta a progressão do projeto. Aqui estão algumas razões pelas quais a autocrítica excessiva pode surgir:


  1. Medo do Julgamento: O temor de ser criticado por leitores ou colegas escritores pode levar à constante revisão e hesitação em compartilhar o trabalho.

  2. Padrões Elevados: Alguns escritores estabelecem padrões irrealisticamente altos para si mesmos, o que pode levar à insatisfação constante com o trabalho.

  3. Comparação com Outros: A comparação com escritores estabelecidos ou colegas bem-sucedidos pode aumentar a autocrítica, fazendo com que o autor se sinta inadequado ou menos talentoso.

Estratégias para Lidar com a Autocrítica:


  1. Aceite a Imperfeição: Entenda que a perfeição é uma meta inatingível. Todo livro passa por revisões e ajustes, e é normal que a primeira versão não seja perfeita.

  2. Defina Metas Realistas: Estabeleça metas de escrita alcançáveis e realistas. Divida o processo em etapas menores e celebre cada pequena conquista.

  3. Pratique a Escrita Livre: Reserve um tempo para escrever livremente, sem se preocupar com a qualidade ou o julgamento. Isso pode ajudar a liberar a criatividade e superar bloqueios.

  4. Distancie-se do Trabalho: Após escrever um trecho ou capítulo, afaste-se do trabalho por um tempo. Isso permite uma visão mais objetiva ao revisar.

  5. Envolva-se em Comunidades de Escritores: Participe de grupos de escritores ou fóruns online onde você pode compartilhar experiências, receber feedback construtivo e perceber que não está sozinho nessa jornada.

  6. Pratique a Autocompaixão: Trate-se com gentileza e compreensão. A escrita é um processo de aprendizado e crescimento, e erros são oportunidades para melhorar.

Superando o Medo da Crítica:


  1. Feedback Construtivo: Encare o feedback como uma oportunidade de crescimento. Procure críticas construtivas que o ajudem a aprimorar seu trabalho.

  2. Construa Confiança: Mantenha um diário de sucessos e realizações. Anote elogios, resenhas positivas ou momentos em que você superou desafios na escrita.

  3. Celebre Pequenas Vitórias: Cada palavra escrita é uma conquista. Celebre marcos pequenos, como terminar um capítulo ou atingir uma meta diária de palavras.

Conclusão:


Lidar com a autocrítica excessiva é uma parte fundamental do processo de escrita para muitos autores iniciantes. Ao implementar essas estratégias, você pode transformar a autocrítica de um obstáculo em um impulsionador de criatividade e crescimento. Lembre-se de que você não está sozinho nessa jornada e que cada escritor enfrenta desafios semelhantes. Permita-se escrever livremente, abrace a imperfeição e confie no seu talento. Com o tempo, a autocrítica dará lugar à confiança e ao prazer de criar histórias que ressoam com os leitores.




Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page